O RAPP 2018/2019 é uma operação estatística exaustiva a realizar-se em todo o Território Nacional e, como tal, abrange todo o Sector Agro-Pecuário e Piscatório, designadamente o número de unidades agro-pecuárias, distribuição espacial, tipo de propriedade, uso e aproveitamento da terra, posse e usos de meios de produção e tecnologia empregue.

O RAPP 2018/2019 tem por objectivo conhecer as estatísticas estruturais ou de base dos sectores da Agricultura e das Pescas que permitam a realização de estudos ou pesquisas por amostragem, que contribuam para a produção de um sistema integrado de estatísticas agro-pecuárias e piscatórias e tem como período de referência para as variáveis a observar no Sector Agrícola, a Campanha Agrícola 2018/2019, e para os efectivos pecuários e da pesca, os últimos 12 meses.

A informação é recolhida a nível da exploração agrícola, pecuária, agro-pecuária ou piscatória, associadas aos agregados familiares ou aos responsáveis das empresas, através de entrevista directa.

A recolha efectiva-se no local de residência ou na exploração agro-pecuária e piscatória e, em cada parcela, por agentes recenseadores devidamente formados e credenciados pelo Instituto Nacional de Estatística.

O RAPP incide sobre as características sociodemográficas (identificadas no seio dos agregados familiares) das pequenas, médias e grandes explorações, (agrícolas, pecuárias, agro-pecuárias ou piscatórias), acesso aos insumos agrícolas e serviços, uso de recursos humanos, uso de maquinaria, posse e uso de terra, irrigação, culturas anuais e permanentes, efectivos pecuários e acesso aos serviços veterinários.

De acordo com o cronograma, prevê-se realizar o Teste piloto em Novembro de 2018 e a recolha principal, no período de Maio a Outubro de 2019.

O RAPP 2018-2019 foi aprovado pelo Decreto Presidencial n.º 189/18, de 7 de Agosto, que estabelece as normas a obedecer para sua realização, e o Decreto nº 194/18, de 20 de Agosto, que aprova o Regulamento do respectivo Gabinete Central, e envolve o Instituto Nacional de Estatística, o Ministério da Agricultura e Florestas, o Ministério das Pescas e do Mar e o Fundo das Nações Unidas para a Alimentação, FAO.