O Governo de Angola, por intermédio do Instituto Nacional de Estatística (INE), beneficiou de um financiamento do Banco Mundial, para cobertura dos custos relacionados com a implementação do Projecto Estatístico e pretende aplicar parte dos fundos no pagamento dos serviços de consultoria referente ao recrutamento de uma empresa de consultoria para apoiar a coordenação e gestão do RAPP (1° Recenseamento da Agricultura, Pecuária e Pescas) através da criação do conceito de Project Management Office (PMO),

A realização do RAPP tem como objectivos gerais disponibilizar ao Governo e aos intervenientes do sector rural dados confiáveis, credíveis e suficientemente desagregados; e responder às necessidades de planeamento, monitorização e avaliação de iniciativas que visam o desenvolvimento dos sectores Agro-Silvo-Pastoril e de Pescas. O RAPP 2018-2019 será realizado pelo INE, e a empresa consultora a ser contratada terá como missão principal apoiar o INE: na Coordenação da Campanha de sensibilização e mobilização sobre o RAPP 2018-2019; no recrutamento, selecção e capacitação do pessoal de campo – responsável pela recolha de dados; na Coordenação à fase de recolha e processamento de dados; na coordenação da fase de análise de dados e de publicitação dos resultados; na coordenação do processo metodológico do RAPP 2018-2019, de acordo com as normas internacionais. O contrato terá a duração de um doze meses e os trabalhos serão realizados em Luanda.

O Projecto Estatístico de Angola convida as empresas de consultoria elegíveis (“Consultores”) a expressar o seu interess em prover os Serviços requeridos. Os consultores interessados deverão fornecer informações relevantes que demonstrem que possuem as qualificações e experiência requeridas para executar os serviços. Os critérios de formação da lista restrita são: e empresa consultora deverá ter uma experiência comprovada em gestão e operacionalização de projectos similares, e experiência em gestão de equipas e projectos em contextos e regiões similares ao de Angola. Para além disso, a empresa deverá contar com especialistas dotados de expertise em gestão de projectos similares; conhecimento do Sistema Estatístico Nacional, das Normas Estatísticas Internacionais, das questões estatísticas e de realização de resenceamentos e inquéritos em condições similares aos de Angola.

Os Consultores interessados deverão observar, atenciosamente, o parágrafo 1.9 das Directrizes do Banco Mundial: Selecção e Emprego de Consultores sob Créditos do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento e Créditos e Subsídios da AID pelos Mutuários do Banco Mundial que constam no manual de Selecção e Emprego de Consultores de Janeiro de 2011 (Revisto em Julho de 2014), estabelecendo a política do Banco Mundial sobre conflitos de interesse. 

Os Consultores poderão associar-se com outras empresas em forma de joint-venture ou em subcontratação para aumentar as suas qualificações.

O Consultor será seleccionado com base no método de “Selecção Baseada na Qualidade e no Custo - QCBS)” estabelecido nas directrizes de selecção de consultores do Banco Mundial.

Mais informações poderão ser obtidas nos endereços abaixo indicados, no período normal de expediente, das 8h00 às 15h00, de Segunda à Sexta-feira.

As manifestações de interesses deverão ser enviadas, por escrito, pessoalmente ou por correio electrónico, para o endereço abaixo indicado, o mais tardar até 10 de Dezenbro de 2018.

Projecto Estatístico de Angola

Unidade de Implementação do Projecto

Att.: Sherly de Carvalho – Coordenadora do Projecto

Instituto Nacional de Estatística

Rua: Ho – Chi – Minh

Luanda - Angola

Tel.: +244 925 366 243

E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.; Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Ler em PDF a versão em Inglês:  Request for EOI Gestão Operacional RAPP ENG. PDF